Os Bastidores de

 registros femininos 

No início de 2020, fui convidada para participar de uma nova coletânea de poesias exclusivamente escritas por autoras brasileiras, em comemoração ao dia internacional da mulher (08 de março), intitulada Registros Femininos, da Chiado Editora.

O lançamento estava previsto para o mesmo mês, março, porém por conta da pandemia do COVID-19, que abalou o mundo, este foi adiado para um momento mais apropriado, já que entramos em isolamento social para tentar conter a disseminação do vírus.

A poesia esteve disponível num pré-lançamento virtual no facebook da Editora e os volumes físicos já estão disponíveis para venda, ficando o lançamento presencial ainda suspenso.

Minha poesia participante da obra é Enviada, e você pode lê-la logo abaixo:

 

RF_colet%25C3%25A2nea_Chiado_edited_edit

Enviada

 

Enviada para ser, e fazer reconhecer,

Entre palavras, A Palavra,

Entre versos e prosa, A Beleza,

Entre tantos amores, O Único que é perfeito!

 

Fazer saber-se eleito,

Decidir-se pelo profundo e ardente desejo

De unir-se, “fundir-se”, ser um só.

Em verdade, preservada a identidade,

Estar Nele e Ele em ti.

 

Enviada para amar e fazer amar,

Com palavras, A Palavra,

Com versos e prosa, A Beleza,

Dentre amores, O Único que é perfeito.

 

Entre tantas histórias, uma só contar,

Nos diversos modos que brotam no coração.

Evocando a Paixão que une O Amado com a amada,

que foi naquele poço, para sempre,

Conquistada!